Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A vida infernal dos novos gestores: como contratar, desenvolver e demitir?

Você está na sua zona de conforto, quando de repente é jogado aos tubarões, onde a sua vida profissional, que antes se baseava nas atividades técnicas para as quais você foi treinado, agora vai além. Contratardesenvolverdemitirdar feedbackentregar resultados e por aí vai! Chefe é chefe, e deve cuidar da sua equipe. Mas, calma! O dia a dia dos novos gestores não precisa ser um inferno na terra, e eu e nem você precisa fazer oferenda para o Deus Recursos Humanos. Acredite, essa encrenca tem saída!

Muitos profissionais acabam entrando em desespero quando se tornam novos gestores. Por isso, em primeiro lugar é importante reconhecer que, se você foi promovido a gestor, isso é um resultado do seu trabalho, as pessoas viram potencial em você!

Tão importante quanto esse reconhecimento (para não acabar desesperado e fazendo alguma m&r#%), é entender que qualquer cargo de gestão exige um desenvolvimento contínuo. Isso acontece porque as atividades que você vai ter que realizar, exigem muito mais conhecimento, E DE DIVERSOS ASSUNTOS, nos quais geralmente você não foi treinado!

Aqui neste texto, nós vamos tratar sobre 3 assuntos que são primordiais para o dia a dia da gestão: contratar alguémdesenvolver o time e demitir alguém (só de escrever isso já dá três tipos de arrepios diferentes).

 

O primeiro passo: montar uma equipe de sucesso!

Claro que você sabe a importância de se ter uma boa equipe. Sem ela, a sua entrega de resultados nunca vai acontecer. Só existe liderança porque há liderados. Por mais que você seja um fera no que faz, que você tenha o maior domínio e habilidade técnica naquilo que é demandado em sua área, sozinho você não vai dar conta. Lembre-se: você foi promovido a Gestor e não a Super Herói. Você não vai dar conta sozinho, você precisa do time.

Por isso que o processo de seleção de pessoas é tão importante para as empresas. E o pior é que algumas organizações acabam não dando tanta importância para a contratação, e o que acontece depois é a frustração na hora de entregar resultados. Ou até mesmo antes disso. Dá aquela sensação do tipo “fui enganado”.

Então, para que você consiga ter mais chances de conseguir apresentar resultados realmente diferenciados, é simples: saiba contratar. Seguem 3 dicas essenciais para não errar na hora de contratar alguém:

  • Entenda o que você realmente precisa na sua equipe: é importante saber exatamente qual é a necessidade do seu time para que você consiga desenhar um perfil para o cargo.
  • Prepare a sua entrevista previamente: Assim você vai conseguir organizar as perguntas que irá fazer, e as chances de o processo ser eficaz, serão maiores.
  • Em hipótese alguma avalie apenas questões técnicas: Não esqueça que o comportamento da pessoa vai contar muito para o desempenho da equipe. É importante fazer perguntas durante o processo, que revelem como o candidato se comportaria em determinadas situações.

É claro que não é só isso que vai fazer você ser um gênio da seleção de pessoas, né? Mas, já é um começo.

 

Novos gestores (os velhos também) DEVEM desenvolver as equipes!

Prestou atenção no “DEVEM”, em letras garrafais e em negrito? Pois é. O processo de desenvolvimento do pessoal da sua equipe é essencial para garantir a efetividade do trabalho. Aqui, existem diversos aspectos a serem desenvolvidos em quem é novo nesse mundo de liderança. Vamos a dois deles:

  • Comunicação: Gestor que é gestor sabe se comunicar!!! E engana-se quem acha que sair por aí falando sobre o trabalho já é saber se comunicar. Muito pelo contrário, saber se comunicar é genuinamente saber ouvir, é ,calar a voz interior que teima em falar junto com seu interlocutor. É entender que a parte verbal é só um pedacinho dessa história!
  • Dar feedback: Essa é a ferramentas mais eficaz no desenvolvimento de pessoas! Porém, muitos líderes não sabem como aplicar, e acabam cometendo várias gafes. É preciso entender para que serve o feedback, tanto o negativo quanto o positivo, para que ele realmente seja uma ferramenta de transformação.

Tanto a comunicação, como o feedback, estão interligados! Sem saber se comunicar, as chances de você não conseguir dar um feedback efetivo serão enormes.

 

Vai demitir? Cuidado para não acabar demitido!

Um processo de demissão é tão importante quanto o de seleção de pessoas. Novos gestores podem não ter tanta habilidade em fazer uma demissão, por isso, é preciso entender que demitir alguém não é nada fácil. Por isso, vão duas dicas:

  • Não se esqueça que você está lidando com pessoas: antes de mais nada, para demitir é essencial ter em mente que você está lidando com outras pessoas. Você é um ser humano que está lidando com outro ser humano e isso é o principal. O processo de demissão é bastante incômodo, para ambos os lados, e deve ser feito com todo cuidado possível.
  • Espero que você tenha dado um feedback! Antes de qualquer demissão, é essencial que você tenha dado vários feedbacks, quantos forem possíveis. É inadmissível que você dê início a um processo de demissão sem ter esgotado todas  coas possibilidades anteriores.

 

A vida de gestor é quase um inferno, mas não é!

Viu só como é difícil ser gestor? Você provavelmente já está sentindo as dores desse cargo na pele, e por isso que é muito importante começar a se desenvolver!

E eu desenvolvi um curso que pode te ajudar, é o IH F####! Virei gestor!. Com ele você vai conseguir ampliar as suas habilidades em seleção de pessoas, desenvolvimento de equipe, desafios do dia a dia, feedback, comunicação e muito mais! Para saber mais, é só clicar no banner abaixo!


Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Cadastre-se abaixo para receber nossas últimas novidades!

Nós valorizamos sua privacidade, nunca vamos mandar nenhum spam ou passar as suas informações a terceiros.

Fechar Menu
×
×

Carrinho